Famílias que adotaram

“Temos quatro filhos, dois biológicos e dois adotados. Os quatro são legítimos e independente da maneira como nasceram em nossa família, têm trazido de igual forma, alegrias e desapontamentos, desafios e esperanças, perplexidade e amadurecimento. 


        Felipe foi adotado com 11 meses e Gabriela com 3 dias de vida. Hoje têm, respectivamente, 17 e 15 anos idade. São tão diferentes entre si, assim como os biológicos também o são! Felipe é mais sonhador e artístico. Gabriela é mais objetiva e prática. Junto com os mais velhos, respectivamente com 23 e 25 anos de idade, eles têm tornado nossa vida dinâmica! Temos aprendido com os erros deles e com os nossos e nos alegrado com as conquistas de cada um deles.

 

        Temos sido desafiados por cada revelação inesperada que nos obriga a rever conceitos. A naturalidade e profundidade em que a Adoção enraizou-se a vida de nossa família, nos levou a fundar um Grupo de Apoio à Adoção que hoje promove uma média de 12 adoções por ano, nacionalmente. Temos produzido também literatura (um livro, apostilas e vários textos), promovendo a adoção, como um mero detalhe na formação de uma família! 


        De nossa experiência como pais e mais especificamente como pais do Felipe e da Gabriela, afirmamos que ADOTAR é mais do que um gesto de amor. 


        ADOTAR é um ato de coragem e compromisso.”

 

Janus e Clélia Cezar

GAAR_REFUGIO_DEPOIMENTO_casal.jpeg